Inovar e coçar, é só começar.

Inovar e coçar, é só começar.

Dois físicos afirmando que inovação pode ser sistematizada? Me pareceu uma provocação bastante pertinente feita pelo amigo economista Hugo Meza. Valeu o esforço de comprar e pagar para ver o que o livro Innovatrix tinha para mostrar.

Apesar de minha empolgação ao ouvir a propaganda feita por Hugo, resolvi ler Innovatrix com uma visão crítica de economista-consultor. Essa visão já causou desencantamentos automáticos em outras ocasiões, algo que não ocorreu com o livro de Clemente Nóbrega e Adriano Lima.

Innovatrix apresenta a inovação como algo que pode ser ensinado, sistematizado e utilizado como ferramenta para captação de recursos para empresas. E esses recursos, os autores chamam de dinheiro novo. O viés traz consigo a ampliação das organizações, seu desenvolvimento.

Não é isso que toda empresa busca? Como trazer dinheiro novo para meu negócio?

Confesso que o fio condutor apresentado pelos autores me impressionou pela simplicidade e objetividade. E como economista que sou, desenhei mentalmente o ciclo schumpeteriano de desenvolvimento correlacionando com a metodologia apresentada em Innovatrix.

Inovação deve atender lacunas que um determinado mercado apresenta. Lacuna essa nascida de uma contradição aparente. Para desfazer essa contradição, Clemente e Adriano apresentam princípios inventivos já utilizados no passado e que podem ser aplicados ao seu caso em questão. Ou seja, provavelmente o problema enfrentado será resolvido por meio de um princípio utilizado antes.

Essa é a essência de Innovatrix. Irritantemente objetiva, insuportavelmente simples e amplamente aplicável.

Sim, me tornei fã de Innovatrix. Como captador de recursos para empresas e organizações sociais, vejo a inovação como meio para atrair dinheiro novo. Esse tem sido o maior desafio de gestores de negócios. E isso vale também para organizações sociais, que precisam se reinventar todos os dias para manter os atuais e atrair novos financiadores e atender seus beneficiários.

Ainda bem que tenho amigos como Hugo para lançar provocações e manter a mente viva, fora do piloto automático. Ainda bem que de alguma forma caio nessas provocações. E, por último, ainda bem que existem autores dispostos a chacoalhar a complexidade do mundo dos negócios com a simplicidade que Clemente e Adriano fizeram.

2 thoughts on “Inovar e coçar, é só começar.

  1. Querido Léo, parabéns pelo Blog!
    O Hugo dará a sua graça em uma palestra sobre Innovatrix na SC.
    Ter lido seu post me deixou ainda mais curiosa!
    Sucesso, meu grande amigo!
    Um beijo!

  2. É isso aí Leo!
    Gostei do Blog…E tô lendo Innovatrix…Encontrei o Adriano em Ctba – por um acaso no aeroporto…domingo passado…tô com o livro autografado…hehehe
    Abração!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s