Desenvolvimento como liberdade e vice-versa

A humanidade tem esses momentos que chocam e nos fazem pensar se estamos no caminho certo, ou se, em algum momento, nos perdemos da nossa própria civilidade. O ataque à revista francesa é um exemplo dessa trombada do trem da realidade com a jamanta desgovernada dos fundamentalistas.

A liberdade é a maior conquista da sociedade moderna. Todas as forma de liberdade: a opinião aberta, os poderes de escolha, a comédia politicamente incorreta e provocativa, os argumentos contrários nas discussões pacíficas, a diversidade, o poder de ir e vir, e várias outras coisas que você deve estar pensando agora.

Ter liberdade, ser livre e ter o poder de escolher são os principais fundamentos do desenvolvimento de uma sociedade. Do ponto de vista econômico, como tão bem descreveu o Nobel de Economia Amartya Sen, é preciso permitir aos agentes econômicos que realizem suas escolhas como bem entendem. Para que possam realizar essas escolhas com propriedade e qualidade, eles precisam ter suas necessidades básicas satisfeitas e terem capacitação suficiente para discernir o que é bom ou não para cada um. Não cabe a ninguém, além do próprio indivíduo, definir suas escolhas. A liberdade configura desenvolvimento, e esse ciclo é positivo e infinito.

Por ser nossa maior conquista em busca do desenvolvimento, temos que protege-la com todas as vozes (não como todas as armas). Pessoas e sociedades melhores precisam da liberdade como item essencial de sobrevivência. Respirar, comer e ser livre.

Vamos reviver a frase Claude-Adrien Helvétius (que muitos acham que é de Voltaire) dizendo “Posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo”. Isso deveria ser música para nossos ouvidos, supostamente modernos e desenvolvidos. Não gosta do que digo, não dê atenção. Mas me deixe dizer. E vice-versa.

Fico muito triste pela sociedade moderna ainda conviver com o fundamentalismo e a violência derivada desse pensamento. Que as vítimas do atentado à revista Charlie Hebdo sejam reconhecidos como heróis e exemplos de defensores da liberdade, nossa maior conquista.

Charge de Angeli para a Folha de São Paulo.

Charge de Angeli para a Folha de São Paulo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s